Estrutura Curricular

O Curso de Doutorado em Enfermagem possui um total de 22 créditos e 374 horas de disciplinas e atividades assim distribuídas:

· 10 créditos em disciplinas e atividades obrigatórias;
· 12 créditos de disciplinas optativas;

Disciplinas Obrigatórias

As disciplinas a seguir são comuns a todas as linhas de pesquisa do Curso de Doutorado.

ENFA 02 Abordagens Teóricas, Filosóficas e Metodológicas do Conhecimento em Enfermagem 85 horas
ENFA 01 Seminários Multidisciplinares 85 horas


Disciplinas Optativas

Cursadas por interesse da(o) aluna(o) com indicação da orientadora ou orientador, visam complementar o conhecimento nas linhas específicas, envolvendo quaisquer disciplinas aprovadas e oferecidas pelo Colegiado da Pós-Graduação deste ou de outros cursos reconhecidos da UFBA.

ENF 510 Planejamento de Saúde 68 horas
ENF 518 Bioestatística 68 horas
ENF 526 Enfermagem na Atenção à Saúde da Criança e do Adolescente 68 horas
ENF 530 Políticas de Saúde 68 horas
ENF 531 Organização dos Serviços de Enfermagem 170 horas
ENF 537 Enfermagem na Atenção à Saúde do Adulto 85 horas
ENF 538 Enfermagem na Atenção à Saúde do Idoso 51 horas
ENFA 08 Gênero, Racismo e Saúde 51 horas
ENFA 09 Métodos Qualitativos na Pesquisa em Enfermagem 51 horas
ENFA 10 Espaços Complementares de Aprendizagem 68 horas
ENFA 11 Ética/Bioética em Enfermagem e em Saúde 68 horas
FCH 582 Dinâmica de Gênero e Classe e Raça 68 horas

Atividades Curriculares Obrigatórias

Conforme as Normas Complementares para os Cursos de Pós-Graduação da UFBA as atividades abaixo são obrigatórias:

ENF 791 Tirocínio Docente Orientado 34 horas
ENFA 03 Projeto de Tese 510 horas
ENFA 04 Exame de Qualificação I 34 horas
ENFA 05 Pesquisa Orientada II 34 horas
ENFA 06 Participação em Grupo de Pesquisa 34 horas
ENFA 07 Elaboração de Artigos Científicos 34 horas
ENFA 12 Exame de Qualificação II 34 horas
ENF 940 Estágio Docente Orientado 136 horas (obrigatório para bolsistas)

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

ENFA 02 Abordagens Teóricas, Filosóficas e Metodológicas do Conhecimento em Enfermagem

Estuda as perspectivas da filosofia da ciência; a ciência e os novos paradigmas; as abordagens filosóficas do conhecimento em saúde e em enfermagem, o saber e o fazer na prática de saúde e de enfermagem e as concepções teóricas que os fundamentam; as perspectivas filosóficas do cuidado em enfermagem/saúde; a evolução do conhecimento científico e do trabalho; e os modelos de aproximação teoria e prática na enfermagem e na saúde.

ENFA 01 Seminários Multidisciplinares de Pesquisa em Enfermagem

Analisa e discute os projetos e estudos desenvolvidos pelas(os) doutorandas(os) envolvendo troca de experiências no campo da pesquisa em saúde e enfermagem, com ênfase em diferentes abordagens teórico-metodológicas.

ENF 510 Planejamento de Saúde

Estuda os determinantes históricos do planejamento em saúde no Brasil e na América Latina. Discute Estado e burocracia, e suas implicações para a implementação e o planejamento de políticas. Identifica as bases teórico-metodológicas do planejamento em saúde, tipos de planejamento, revisão dos principais enfoques conceituais e metodológicos: Planejamento Estratégico Situacional (PES) em saúde; o Pensamento Estratégico em Saúde; Planejamento Estratégico e Planejamento Normativo. Discute técnicas de, planejamento e programação local em saúde. Noções de avaliação de políticas e programas de saúde.

ENF 518 Bioestatística

Estatística Descritiva; Regressão Linear Simples; Variáveis aleatórias; Inferência Estatística; Elementos da Teoria da Amostragem e da Estimação; Testes de Hipóteses; Testes de Hipóteses Não-Paramétricos.

ENF 526 Enfermagem na Atenção à Saúde da Criança e do Adolescente

Estuda o crescimento e o desenvolvimento da criança do nascimento à adolescência em relação com seu meio ambiente.

ENF530 Políticas de Saúde

A disciplina Políticas de Saúde discute os principais conceitos sobre políticas públicas e políticas públicas em saúde. Aborda a relação entre a formulação e implementação das políticas de saúde e o Estado brasileiro. Analisa os mecanismos de formulação das políticas de saúde, sua operacionalização e impacto na qualidade de vida da população e na prática em enfermagem. Identifica as principais políticas em curso no país e as analisa criticamente. Aborda o processo de democratização da saúde, e os mecanismos de organização do Sistema Único de Saúde e como estas contribuem na construção da cidadania e da luta pelo direito à saúde.

ENF531 Organização dos Serviços de Enfermagem

Analisa o momento atual da organização do sistema de serviços de saúde. Discute os modelos assistenciais e de gestão do sistema de saúde. Identifica o planejamento como instrumento de gestão em serviços de saúde. Discute conceitos e técnicas do planejamento estratégicosituacional e sua aplicação em serviços de saúde. Analisa a política de recursos humanos em saúde e enfermagem.

ENF537 Enfermagem na Atenção à Saúde do Adulto

A disciplina propõe-se a levar os mestrandos/doutorandos a apreender e refletir sobre o conhecimento, o agir pessoal e profissional. Estuda a concepção de indivíduo adulto, o processo de maturidade, a inserção do ser adulto na sociedade e seus papéis, os reflexos do processo de trabalho, a interação com o ambiente, social, político, econômico, cultural e ético e os reflexos na saúde/doença. Analisa as políticas de saúde e os reflexos do cuidar/cuidado, em saúde do adulto, nas ações de promoção, proteção e recuperação da saúde, abordando os indicadores de qualidade de assistência de enfermagem ao adulto e seus aspectos éticos e bioéticos na perspectiva da cidadania.

ENF538 Enfermagem na Atenção à Saúde do Idoso

Estuda o processo das intervenções de enfermagem destinados ao cuidado ao idoso, focalizando os aspectos do envelhecimento, da educação na promoção da saúde e prevenção de doenças. Discute as patologias mais incidentes, a importância da autonomia e do auto-cuidado e a participação da família do idoso institucionalizado.

ENFA 08 Gênero, Racismo e Saúde

Aborda a saúde sexual e reprodutiva humana, privilegiando análises a partir das categorias de gênero, raça e classe social. Reconceituação da saúde reprodutiva a partir de perspectivas feministas. Sexualidade e reprodução feminina e masculina. O papel do gênero na construção histórica do conhecimento sobre o corpo. Desigualdades de gênero, raça e classe na prestação do cuidado em saúde e na enfermagem.

ENFA 09 Métodos Qualitativos na Pesquisa em Enfermagem

Pesquisa qualitativa: características e uso na investigação de fenômenos da enfermagem e da saúde. Principais métodos qualitativos. Tratamento e análise de dados qualitativos. Uso de programas de informática para análise qualitativa de dados.

ENFA 10 Espaços Complementares da Aprendizagem

Experiência de aprendizagem fora do âmbito do Programa, consistindo na participação em atividades de pesquisa, extensão ou ensino, no desenvolvimento de práticas e técnicas inovadoras relacionadas à linha de pesquisa da(o) doutoranda(o). A proposta deve ser planejada com a orientadora que avaliará o desempenho da(o) aluna(o).

ENFA 11 Ética/Bioética em Enfermagem e em Saúde

Permite criar condições para a reflexão e análise de aspectos éticos/bioéticos orientados para a problemática da saúde em nossa sociedade, tendo como referência a qualidade de vida da população e do próprio trabalhador da área. Aborda os valores que regem a conduta do profissional em termos de cidadania, enfocando as ações imprescindíveis ao processo de tomada de decisão moral e ética no campo da saúde, da educação e da pesquisa, considerando o ser humano em todo o seu desenvolvimento inserido em uma sociedade. Discute o sentido da responsabilidade do investigador no desenvolvimento de pesquisas envolvendo, especificamente, os seres humanos.

FCH 582 Dinâmica das Relações de Gênero, Classe e Raça

Objetiva oferecer elementos de teoria e método para a análise da diferenciação/articulação das relações de gênero, raça/etnia e classe na sociedade brasileira, tanto através da história quanto na atualidade. O programa será abordado a partir de uma perspectiva feminista, privilegiando o enfoque de gênero como categoria analítica e enquanto categoria histórica. Retrata, assim, a trajetória da construção da problemática do gênero, com especial atenção para as discussões centradas na diferenciação de situação de classe e racial/étnica das categorias de gênero e como tais recortes incidem na constituição de sujeitos políticos.

EMENTAS DAS ATIVIDADES CURRICULARES

ENF 791 - Tirocínio Docente Orientado

Fundamenta o estudante para a docência, abordando aspectos do planejamento, organização e avaliação do ensino superior e, mais especificamente do ensino de enfermagem. Enfatiza os métodos e técnicas de ensino, assim como a legislação pertinente ao ensino superior na saúde e na enfermagem.

ENFA 03 - Projeto de Tese

Deverá ser efetivada, obrigatoriamente, em todos os semestres do curso, uma vez que é uma atividade que regulamenta o acompanhamento e os encontros entre a orientadora e orientanda(o), compreendendo desde a elaboração do projeto até a entrega do relatório final da tese.

ENFA 04 - Exame de Qualificação I

Atividade destinada ao preparo e apresentação do projeto de tese.

ENFA 05 - Pesquisa Orientada II

É uma atividade que prepara a(o) aluna(o) para o trabalho conclusivo da tese sendo desenvolvida do segundo ao último semestre do curso. Discute a redação de artigos científicos oriundos do projeto de tese.

ENFA 06 - Participação em Grupo de Pesquisa

Atividade de pesquisa e extensão desenvolvida sob orientação da orientadora no grupo de pesquisa da EEUFBA ao qual a(o) discente está vinculada(o). Contribui para a fundamentação teórico-metodológica do projeto de tese, além de fortalecer linhas e grupos de pesquisa do programa.

ENFA 07 - Elaboração de Artigos Científicos

tem a finalidade de preparar o aluno para a docência e deve ser desenvolvida junto aos alunos do curso de graduação sob responsabilidade do professor orientador.

ENFA 12 - Exame de Qualificação II

Desenvolvimento do projeto de tese bem como dos conhecimentos da aluna sobre a temática escolhida.

ENF 940 - Estágio Docente Orientado

Participação em atividade de ensino em curso de graduação ou pós-graduação. Experimentação de novas metodologias e abordagens de ensino/aprendizagem. Troca de experiências interinstitucionais de docência.